fbpx
Licenciatura em Matematica

Matemática

Carreira e Profissão

Entrevista com Luiz Guilherme Ribeiro, Bacharel em Matemática pela UFMG

Leia também...

Entrevista com Kristian Madeira

Licenciado em Ciências e Matemática na Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC). Especializado em Educação Matemática, Mestre em Educação e Doutor em Ciências da Saúde.

www.unesc.net

 

Por que você escolheu a Licenciatura em Ciências e Matemática?

No ensino médio tive um professor de Matemática com o qual me identifiquei pela sua simplicidade e forma de lidar com os números. Já na graduação tive outro professor que procurou me mostrar a essência da matemática, o que me fez seguir para a especialização e mestrado sob sua orientação. Já trabalhando no ensino superior, fui convidado à lecionar a disciplina de Bioestatística nos cursos da área da saúde. Acabei me identificando muito com essa área e resolvi cursar o doutorado em Ciências da Saúde, no Laboratório de Epidemiologia.

 

O que faz um profissional de sua área?

O matemático pode atuar em diversos campos da sociedade dependendo da sua especialização. No meu caso, tenho atuado na docência em escolas públicas e Universidade, realizado pesquisas e também consultorias para programas de residências médicas de hospitais.

A principal área de atuação do Licenciado em Matemática é a sala de aula, em especial os ensinos fundamental e médio.

 

Que tipo de trabalho você faz?

Atuo como professor de Bioestatística, Epidemiologia, Estatística e Cálculo Numérico na graduação e pós-graduação e Matemática no ensino básico. Também realizo pesquisas na área de Métodos Quantitativos Aplicados, compondo equipes em estudos multidisciplinares e interdisciplinares em diversos campos do conhecimento humano. Realizo consultorias científicas para programas de residências de hospitais. Atualmente coordeno o Grupo de Pesquisa em Métodos Quantitativos Aplicados (GPMEQ/UNESC).

 

Como é seu dia a dia profissional típico?

Trabalho em média 10 horas por dia, divididas entre a Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), localizada na cidade de Criciúma/SC e a Escola de Educação Básica Caetano Bez Batti, localizada na cidade de Urussanga/SC. Dessas dez horas, atuo aproximadamente 8 em sala de aula e 2 com pesquisas. A pesquisa tem nos proporcionado muitos trabalhos interessantes, inclusive unindo professores da escola pública com os da Universidade. Minha trajetória com a docência e pesquisa pode ser acessada e acompanhada por meio do link: http://lattes.cnpq.br/3707036007481488

 

Que tipo de ferramentas, recursos, ideias e metodologias um matemático utiliza?

Minhas ferramentas de trabalho incluem calculadoras científicas e gráficas, além dos softwares Microsoft Excel, Microsoft Word, Microsoft Power Point, IBM Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), R, MetaDisc, RevMan, entre outros. Nesse sentido, atuo em salas de aula tradicionais e também em laboratório de informática.

 

Como está o mercado de trabalho na Matemática?

A atuação do matemático na área da saúde é um campo promissor, na medida em que se permita inserir em equipes de trabalho interdisciplinares e multidisciplinares. Além disso, o licenciado pode atuar nos ensinos fundamental e médio. Percebo a licenciatura em Matemática como um mercado estável, portanto, para que se alcance nichos de mercado específicos, se deve optar pela realização da especialização. Vejo como crescente, além da área da saúde, também a área computacional. Parecem ser ótimos campos para atuação do Matemático.

 

Quanto ganha aproximadamente um profissional com sua formação?

O salário, conforme editais aos que temos acesso público, dependerá do plano de carreira da instituição e da quantidade de horas trabalhadas, podendo oscilar muito. No ensino básico poderá chegar a 4.000,00 reais e no ensino superior, em especial nos programas de Mestrado e Doutorado, a 10.000,00 reais, sendo esses valores brutos.

 

Quais as principais vantagens dessa profissão?

Poder criar condições para que o outro aprenda, discutir o conhecimento científico e ainda se apropriar dele, é algo fantástico. As condições de trabalho tem melhorado historicamente, principalmente em instituições comunitárias e privadas. Além disso, com a pesquisa, pode-se contribuir com o avanço da ciência.

 

E quais as maiores dificuldades e desafios?

Os maiores desafios são lidar ainda com as limitações dos recursos tecnológicos das escolas públicas e as salas de aula com número excessivo de alunos. Aliado a isso tem-se o desafio de se buscar a motivação dos alunos para que possam se permitir alcançar e alargar seus potenciais.

 

O que se estuda na faculdade?

A Licenciatura em Matemática apresenta conhecimentos não só de Matemática, mas de psicologia, didática e metodologia. Existem diversas linhas que o estudante conhecerá durante o curso, como a Educação Matemática, a Matemática Aplicada, a Matemática e suas Tecnologias, a Estatística, e a Matemática Pura. Dependendo da sua disponibilidade poderá ingressar em grupos de pesquisa que estudam essas áreas do conhecimento.

 

Quais matérias do colégio são mais importantes ao se preparar para a Licenciatura em Matemática?

Para ingressar nessa carreira são importantes em especial as disciplinas de Matemática e Física, no entanto, outras disciplinas também são úteis para o bom andamento do aluno no curso e poderão servir como diferencial para a pesquisa e intercâmbios, que são a língua portuguesa e o inglês (ou outra língua estrangeira). Disciplinas como psicologia, filosofia e sociologia, são importantes elementos para que se possa acompanhar criticamente todo o processo.

 

Há outras aprendizagens e experiências que não são oferecidas pela escola, mas são importantes ao longo da carreira?

Certamente, o trabalho em equipe, a troca de conhecimento de diferentes áreas para se resolver um determinado problema ou executar certo projeto são muito importantes para a formação do profissional licenciado em Matemática. O conhecimento de pacotes de softwares básicos, como Microsoft Word, Microsoft Excel e Microsoft Power Point são importantes.

 

É necessário o conhecimento de outro idioma para atuação em sua área? Em caso afirmativo, qual(is)?

O inglês é importante caso o acadêmico queira realizar intercâmbio ou seguir carreira na Universidade (Mestrado e Doutorado).

 

Como deve ser a personalidade e quais devem ser os interesses, desejos e valores de alguém que segue essa profissão?

O profissional dessa área deve ser aberto para novas ideias e para sempre aprender. Não deve alimentar qualquer tipo de preconceito com seu semelhante, além de exercitar a empatia. Esse profissional deve estar em constante formação, realizando cursos de aperfeiçoamento e leituras pertinentes a sua área de atuação.

 

É necessária alguma habilidade anterior?

A habilidade com manipulação numérica, algébrica e geométrica é um “plus”, no entanto, elas podem ser desenvolvidas ao longo do curso.

 

Você mudaria algo em relação ao seu caminho profissional para chegar ao ponto em que está?

Na época em que fiz a graduação, ainda era Ciências e Matemática, então, se fizesse 1,5 anos a mais, estaria licenciado também em Biologia. Como acabei me aproximando muito dessa área nos últimos 8 anos, essa segunda graduação seria importante para mim.

 

Existem filmes que exemplifiquem a área profissional da Matemática?

Os filmes “Uma Mente Brilhante” e “O Jogo da Imitação” são importantes referências.

 

Quem seriam profissionais de amplo reconhecimento ou figuras históricas de sua área?

Karl Pearson, Carl Friedrich Gauss, Ronald Aylmer Fisher, Francis Galton, William Sealy Gosset, entre outros.

 

Por fim, que dicas de carreira e de vida em geral você gostaria de oferecer para um jovem que está escolhendo sua profissão nesse momento?

Minha dica é que independente de remuneração, o sujeito deve fazer aquilo que gosta, e procurar fazer o melhor que puder, dessa forma o reconhecimento e a satisfação profissional virão. Outra dica importante é investir em um segundo idioma, em especial o inglês, que o tornará um profissional diferenciado.

 

E você teria alguma orientação específica para quem deseja seguir a mesma profissão que você?

Sim, estudar inglês e se possível, enquanto estiver cursando a graduação, se envolver em projetos de pesquisa e extensão, ou seja, viver a Universidade em sua plenitude, certamente isso fará de você um profissional diferenciado, e possibilitará o ingresso em algum programa de pós-graduação (mestrado/doutorado) com possibilidade de bolsa.

 

Como alguém pode fazer para saber mais sobre a sua área?

A área que une a Matemática, mais especificamente a Estatística, à Biologia é a Bioestatística. E ainda existe outra área a ser explorada que é o Biocálculo.

 

Links sugeridos

Vídeo Matemática vale a pena?

Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional

Rice Virtual Lab in Statistics

 

>