fbpx
Teologia

Ciência da Religião e Teologia

Carreira e profissão

Entrevista com Emerson Silveira, Doutor em Ciência da Religião pela UFJF
Leia também...

Teologia

Entrevista com Fabrício Veliq

Doutor em Teologia, formado na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE) e Katholieke Universiteit Leuven (KU Leuven). www.fveliq.blogspot.com

 

Por que você escolheu a carreira em Teologia?

A teologia sempre foi uma área que me interessou muito. Minha primeira formação foi em matemática, pela UFMG. Terminei o curso, mas ao longo dele já havia percebido que não era uma área em que me sentia confortável. A teologia, por sua vez, era algo que sempre estudava de maneira informal e sempre me interessei por este tipo de assunto (talvez, pelo nascimento em uma família de cristãos protestantes). De toda forma, após terminar o curso de matemática, decidi que faria aquilo pelo qual o coração batia mais forte e foi daí que escolhi participar do processo de seleção para o Mestrado em Teologia na FAJE. Escolhi a FAJE para o Mestrado por ser uma instituição de excelência, ser reconhecida pelo MEC e ter um conceito muito bom tanto entre pares quanto na própria CAPES.

 

O que faz um profissional de Teologia?

O teólogo ou teóloga é aquele/a que pensa as questões relativas a Deus pelo prisma da fé para propor uma melhor compreensão do sentido último da existência humana. Assim, não é necessário ser cristão ou cristã para se estudar teologia e se tornar um/a profissional da área. Há teólogos islâmicos, cristãos, hindus etc. Se determinada religião parte da fé em alguma divindade ali há espaço para se fazer teologia a partir dessa fé. O fazer teológico, no entanto, mesmo partindo da fé, considera os aspectos sociais, antropológicos e culturais de determinada sociedade por reconhecer que toda teologia nasce dentro de certo contexto social e cultural e, portanto, esses cenários não podem ser deixados de fora. Assim, mais do que falar, um teólogo ou uma teóloga tem que estar disposto/a a ouvir a sociedade e se fazer compreender por esta mesma sociedade. A teologia nunca deve ser algo somente restrita a um gabinete. Se o for, perde o seu sentido. Aqui é um ponto importante para a diferenciação com a ciência da religião: a teologia sempre parte do dado da fé, enquanto as ciências da religião não partem deste mesmo ponto, antes, partem das análises sociológicas, antropológicas etc., para tentar explicar o fenômeno religioso contemporâneo. Isso não quer dizer que não trabalhem juntas e podem cooperar entre si para a compreensão do fenômeno religioso. Ambas, como vemos, tem a sociedade como lócus para sua atuação e tentativa de explicação da realidade na qual vivemos.

 

Que tipo de trabalho você faz na Teologia?

Como teólogo, trabalho dando aulas e cursos de teologia em diversas instituições, bem como escrevo sobre temas teológicos para o Portal Dom Total, participo de grupos de pesquisa na área, publico artigos acadêmicos relacionado a temas teológicos e auxilio na área de ensino da comunidade de fé da qual faço parte.

 

Como é seu dia a dia profissional típico?

O trabalho teológico é um trabalho que requer disciplina e muita leitura para a produção de conhecimento e ensino. Assim, um dia a dia profissional típico é aquele em que leio questões relacionadas ao meu tema de pesquisa e coleto informações para a produção de algum artigo ou capítulo de livro sobre determinada temática, seja de interesse próprio, seja por solicitação de empresas interessadas na área. Como pesquisador, o foco de minhas pesquisas atuais está dentro do campo da Teologia sistemática. Neste campo, trabalho a relação entre a pneumatologia (o estudo do Espírito Santo) e o diálogo inter-religioso, no intuito de mostrar como que a categoria cristã do Espírito pode ser usada para a construção de pontes eficazes para dialogar com religiões que não fazem parte do espectro cristão. Meus últimos trabalhos foram a tese de doutorado, defendida em julho deste ano, com o tema: “A pneumatologia de Jürgen Moltmann como contribuição para o diálogo inter-religioso” e a tradução de um livro a respeito de Levítico, que ainda está sob revisão

 

Que tipo de ferramentas, recursos, ideias e metodologias um teólogo utiliza?

Para se fazer teologia precisa-se de uma boa biblioteca, papel, lapiseira e o coração disposto a ouvir a sociedade no que ela tem a dizer. Neste sentido, a teologia é sempre uma resposta a questões postas pela própria sociedade. Uma boa metodologia para o fazer teológico seria o famoso “ver, julgar e agir”. Em outras palavras, o bom teólogo vê o mundo como ele se mostra e quais perguntas faz. A partir disso, tenta discernir a partir da fé que professa quais respostas podem ser dadas a estas questões. Uma vez vendo e discernindo, propõe uma ação concreta na realidade que visa a sua transformação. Toda boa teologia, neste sentido, é também um trabalho que visa uma sociedade mais justa e igualitária.

 

Como está o mercado de trabalho em Teologia?

Infelizmente, uma vez que a teologia no Brasil ainda é muito relacionada com questões eclesiais (é muito comum, ao se falar que estuda teologia, perguntar se o intuito é ser padre ou pastor), há certo preconceito acadêmico com relação a esta disciplina. Isso pode ser percebido no fato de que não há curso de teologia em nenhuma universidade pública do país.  Isso, como consequência, gera um desinteresse por parte de muitas pessoas em se dedicar a um estudo de doutorado nesta área. Em nível não acadêmico, as oportunidades são um pouco maiores, uma vez que há diversas instituições evangélicas e católicas que trabalham com ensino e, principalmente nas católicas, o papel de pessoas com formação teológica ainda é bem-vindo. No entanto, não chega a ser tão grande como outros cursos como administração, português, matemática etc. Devido ao grande preconceito que há com relação à teologia, muitas empresas não contratam pessoas com essa formação por acharem que tratam-se somente de religiosos/as. Esquecem-se das grandes contribuições que um conhecimento teológico pode trazer para as questões de RH, ética empresarial, cuidado com a biodiversidade etc.

 

Quais seriam as principais áreas de atuação dessa profissão e o que fazem?

Dado ao que falei na resposta anterior, no país, a maior atuação seria na área de ensino, seja fundamental e médio, como também em nível superior.

 

Quanto ganha aproximadamente um profissional com sua formação?

Varia muito. Em nível superior o salário é equiparado com professores e professoras com doutorado na área, e no campo de ensino fundamental e médio, como geralmente é por hora-aula, o profissional da teologia tende a ganhar menos, por ter menos horas-aula, se comparado com, por exemplo, professoras e professores de português e matemática. Dessa forma, financeiramente, a menos que seja um professor universitário, não vale muito à pena, sendo difícil viver disso no Brasil.

 

Quais as principais vantagens da carreira em Teologia?

A meu ver as principais vantagens estão na forma diferente que se passa a ver o mundo e a própria pessoa humana. O curso de teologia é um curso humanizador, se bem feito. No meu caso, há uma alegria muito grande quando, ensinando sobre os temas teológicos, alguém diz: “nossa, nunca vi dessa forma”. Neste sentido, trazer esclarecimento, ver pessoas saindo dos obscurantismos morais e dogmáticos que uma teologia meramente doutrinal traz é muito regozijante.

 

E quais as maiores dificuldades e desafios?

Diria que é ensinar novas formas de ver o mundo, que fujam dos estereótipos e construções doutrinais já tão arraigadas dentro da sociedade devido a todo um jogo de poder por parte de igrejas evangélicas neopentecostais, bem como por parte de uma igreja católica muitas vezes dogmática, que por meio de leis e doutrinas sem sentido, ensinam preconceitos e desumanizam as pessoas para que ajam de acordo com o que dizem que é certo.

 

O que se estuda na faculdade de Teologia?

Varia muito de faculdade para faculdade, mas, no geral, há algumas matérias que todo bom curso de teologia cristã deve ter, como por exemplo:

Exegese bíblica (matéria que trata da formação e interpretação do texto bíblico),

Estudos de Novo Testamento e Antigo Testamento (matéria que trata de tentar entender os diversos contextos e mensagens que constam nesses textos).

Teologia sistemática (aqui entram as questões da fé de determinada religião. No caso do Cristianismo, a Cristologia (estudo a respeito de Cristo), pneumatologia (Espírito Santo), Trindade etc.

Teologia fundamental (matérias que visam tentar interpretar a fé cristã dentro das questões filosóficas e atuais da sociedade).

Ética e questões contemporâneas.

 

Quais matérias do colégio são mais importantes ao se preparar para a carreira em Teologia?

Filosofia e interpretação de texto, diria que são fundamentais para quem quer seguir uma carreira na área de teologia.

 

Há outras aprendizagens e experiências que não são oferecidas pela escola, mas são importantes ao longo da carreira em Teologia?

Sem dúvida. Toda e qualquer experiência de humanização, seja um trabalho voluntário, seja uma vivência em lugares carentes, ou dentro de um ambiente empresarial são formas que ajudam a observar o mundo e o comportamento humano, social e cultural, o que ajuda muito no fazer teológico.

 

É necessário o conhecimento de outro idioma para atuação em sua área? Em caso afirmativo, qual(is)?

Sim e não. Não porque há muita coisa já traduzida para o português e muitos escritos teológicos feitos por teólogos e teólogas brasileiras. Sim, dependendo de qual área quer seguir na teologia. Questões como o diálogo inter-religioso e pneumatologia, atualmente, até onde sei, há somente minha tese sobre a temática. Assim, sem o conhecimento do inglês seria impossível desenvolver essa temática. Áreas como estudos bíblicos e canônicos, é imprescindível conhecer grego, hebraico, latim e italiano, visto serem as línguas oficiais desses escritos.

 

Como deve ser a personalidade e quais devem ser os interesses, desejos e valores de alguém que segue Teologia?

A pessoa que quer estudar teologia precisa, antes de tudo, ser alguém que gosta de ler e estudar. É uma área que se demanda muito disso. Como consequência, quanto mais disciplinado nessas questões, melhor. Ao mesmo tempo, deve ser uma pessoa que se interessa pelas questões do mundo contemporâneo, disposta a ouvi-las para tentar compreendê-las e propor respostas a elas. Também é importante ser uma pessoa disposta a pensar fora da caixa, fora de um pensamento dogmático, pois fazer teologia implica sair dessa “caixa dogmática”.

 

Você mudaria algo em relação ao seu caminho profissional para chegar ao ponto em que está?

Sinceramente, não. O fato de ter passado pela matemática também me ajudou no fazer teológico, uma vez que me ajudou a focar nos pontos principais das teses desenvolvidas pelos autores que estudei.

 

Existem filmes que exemplifiquem a área profissional da Teologia?

Que exemplifiquem a área profissional acho meio difícil, até mesmo porque fazer um filme de alguém estudando e escrevendo não daria muita audiência (risos). Mas, que abordam temáticas estudadas pela teologia há vários. De cabeça consigo lembrar de “Lutero”; “Árvore da Vida, do Lars Von Trier”,  “Uma questão de fé”;  “A festa de Babete”. Vi que tem um site que seleciona 10 filmes. Como não vi todos, deixo também o link para visualização (https://ursopreto.com/2016/11/os-10-melhores-filmes-teologicos-de-todos-os-tempos.html)

 

Quem seriam profissionais de amplo reconhecimento ou figuras históricas da Teologia?

Na América Latina nomes como Leonardo Boff, Clodovis Boff, Maria Clara Bingemer, Rubem Alves, Gustavo Gutierrez, Victor Codina são nomes que, com certeza, todo estudante de Teologia precisa conhecer.

Em nível mundial contemporâneo, colocaria, dentre uma lista enorme, Jürgen Moltmann, Hans Küng, Joseph Ratzinger, Paul Knitter, Jacques Dupuis, Claude Geffré.

Em nível histórico, colocaria Agostinho, Basílio de Cesareia, Karl Barth, Lutero, Calvino, Albert Schweitzer, Rudolf Bultmann, Joachim Jeremias, Tomás de Aquino, Duns Escoto, dentre tantos outros que deveriam entrar na lista, mas para não estender demais, deixo somente esses.

 

Como alguém pode fazer para saber mais sobre Teologia?

Aconselho visitar os diversos cursos de teologia nas diversas faculdades existentes no país como as diversas PUCs, como também a FAJE, Unisinos, EST. Aconselho sempre buscar por programas de graduação que tenham reconhecimento por parte do MEC.

Poderia indicar links para:

www.faculdadejesuita.edu.br

www.pucminas.br

www.unisinos.br

www.est.edu.br

Recomendo a enciclopédia digital theológica latinoamericana http://theologicalatinoamericana.com/

Há um programa muito interessante de entrevistas chamado Religare, em que diversas pessoas que estudam temáticas da teologia, filosofia e ciências da religião são entrevistadas. Recomendo para conhecimento das temáticas estudadas atualmente.

http://www.tvhorizonte.com.br/religare/

 

Por fim, que dicas de carreira e de vida em geral você gostaria de oferecer para um jovem que está escolhendo sua profissão nesse momento?

Em princípio, escolha com o coração, mas também com a cabeça. Não adianta pensar somente financeiramente e fazer algo que detesta, nem pensar somente com o coração e passar fome. Avalie como está o mercado de trabalho para uma área pelo qual seu coração bate forte. Se puder conciliar o desejo do coração com uma subsistência financeira, faça. Se não, procure estabilizar-se primeiro, fazendo um curso com mais retorno financeiro, para depois se dedicar a estudos pelos quais os olhos brilham mais.

 

 

>